ADVOGADO SEM LEI PARTE -1

AÇÃO, AVENTURA, VINGANÇAimages (1)
          Cidade de são Paulo, 23/05/2013 05:30 da tarde.

Depois de mais um longo dia cansativo de trabalho, após passar na escola e pegar seu filho ( Robson Junior ) De apenas 4 anos de idade. O Dr Robson Willians Silva chega em sua casa.

O Sr, Willians é um advogado renomado, um homem de poucas palavras e muita ação! Jamais em sua carreira perdera uma causa, por tal motivo era muito requisitado.

Um homem predestinado, que tinha muito empenho em sua função, mas que também não se desprendia da família, sempre procurava resolver seus problemas no escritório, e levar para casa apenas um sorriso para dividir com sua esposa ( Sra Marta Willians e o filho Robson Junior )

Jamais pensaria o Sr Willian o que o esperava naquele fim de tarde! Um homem que sempre lutou e defendeu com garras e dentes a justiça nesse país!… Não ele não esperava pelo que estava por vir.

O Sr Willians tinha residência fixa em uma região nobre na zona leste de são Paulo, mas naquele dia 23 de maio sua vida iria mudar para sempre.

Ao parar o carro em frente a sua casa e abrir o portão subitamente foi surpreendido por dois marginais armados com pistolas semi-automáticas! Aos gritos os bandidos já apontavam suas armas em direção ao pai e o filho!

Neste momento o senhor Willian pensou em uma reação, mais ao olhar no banco de trás do carro e ver seu pequeno Junior sentado ali, e que qualquer erro poderia custar-lhe a vida ele optou por obedecer aos bandidos que o ameaçava.

Eles o obrigaram a entrar em casa com o carro, após abrir o portão de dentro do carro acionando um controle, o Sr Willian entra e em seguida os bandidos entram atrás.

Após entrarem eles o obriga a fechar o portão e descer do carro. Sem expor qualquer tipo de reação ele obedece. Então os bandidos o obriga a entrar na casa com o filho que neste momento se encontra aos prantos (choros) os bandidos nervosos pedem para que o pai faça-o calar a boca. Com palavras tremulas em estado de terror e medo o senhor Willian pede ao filho! Acalme-se meu filho não é nada demais, são apenas amigos do papai fazendo uma brincadeira, tudo vai acabar bem.

O pequeno Junior abraça ao pai e entram na casa. Neste momento sem saber de nada do que esta acontecendo, a Senhora Marta vem de encontro ao marido, ao ver os dois homens armados atrás do marido a mulher entra em desespero, pega o filho nos braços e começa a gritar.

Meu deus, o que esta acontecendo? O marido tenta acalmá-la. Calma meu bem, eles só querem dinheiro, depois vão embora e vão nos deixar em paz. A mulher suplicava aos bandidos, por favor, não nos façam mal, levem tudo que quiser, mas não nos machuque!

Um dos bandidos com um olhar frio e penetrante olha em direção a mulher e diz: Cala a boca sua vaca! Neste momento em um ato impensado o senhor Willians tomado pela fúria, de ouvir aquelas palavras direcionadas a sua esposa, uma mulher que ele amava tanto e que jamais ouvira da sua boca uma palavra tão agressiva e ofensiva assim, ele não resistiu ao impulso e se jogou contra o bandido.

Ao perceber a reação do marido o outro bandido foi para cima do senhor Willian, e o golpeou com uma coronhada na cabeça, ele cai já com o sangue lhe escorrendo pela testa, com a cabeça toda ensangüentada e caído de joelhos ao chão ele suplica! Por favor, não nos façam mal. La no meu quarto tem um cofre com muito dinheiro peguem tudo que quiser jóias, dinheiro tudo, podem levar tudo, mas nos deixe em paz.

Ao ver o marido naquele estado a mulher começa a chorar sem se conter o que apavora o pequeno Junior que começa a gritar! Mamãe não chore é brincadeira são amigos do papai! A mãe abraça forte o pequeno Junior como se ela soubesse que aquele abraço seria o último e que ela já mais o abraçaria novamente!

De repente um dos bandidos fala: Amarre o homem e tire o garoto daqui. Bem ao lado da sala em que estavam tinha um lavabo ( banheiro) onde um dos bandidos trancou o pequeno Junior com uma mordaça na boca para evitar que ele gritasse e alguém o pudesse ouvir.

Então depois de amarrar o Sr Willians e trancar o pequeno Junior um dos bandidos olhou para a senhora Marta que estava caído no chão.

Ela usava uma pequena camisola devido ao calor insuportável que fazia naquele dia em são Paulo. Estava com as pernas entre abertas. o que ativou a memória demoníaca daquele bandido. Ao perceber a atitude dos bandidos o senhor Willians, se contorcia e clamava pelo amor de deus não… Não façam isso me matem façam o que quiser comigo mais os deixe em paz. um dos bandidos o que se apresentava mais perverso que o outro caminhou na direção do homem e lhe desferiu um pontapé no rosto, ao mesmo tempo em que ele caiu ao chão sem poder reagir.

o outro bandido parecendo meio assustado com tudo aquilo disse ao parceiro: Cara, vamos pegar o que viemos buscar e cair fora logo. Alguém pode aparecer e chamar a policia!

O outro replicou: Cale sua boca e venha cá, segure esta vadia, eu vou lhe mostrar o que é um homem de verdade.

Sem esboçar reação alguma o bandido obedeceu, segurou a senhora Marta por trás e o segundo bandido já descendo as calças se aproximou, e com um ato de selvageria arrancou a camisola da mulher que olhava para o marido, caído ao chão sem poder fazer nada, os olhos cheios em lagrimas, dizia tudo.

De dentro do lavabo ( banheiro ) onde se encontrava o pequeno Junior ele ouvia tudo, e olhava pelo buraco da fechadura de onde ele pode ver tudo que aqueles bandidos, que para ele até então era amigos de seu pai estava por fazer com sua mãe e seu pai.

Após vários minutos de tortura e abuso sexual contra a senhora marta, os dois bandidos a jogou ao chão.

ela rastejando foi de encontro ao marido, que ainda estava caído no chão sem nada poder fazer, e lhe disse: Me perdoe amor, não tive forças para lutar. E o abraçou.

os bandidos então muito agitados perguntaram, onde estão as jóias e o dinheiro? O SENHOR WILLIANS NESTE MOMENTO PENSOU EM MADA-LOS PARA AQUELE LUGAR, MAS PENSOU NO PEQUENO JUNIOR!

Se ele tivesse uma reação agora poderia custar a vida do Junior. Ele sabia que iria morrer junto com sua esposa, mas queria preservar a vida do pequeno Junior. Então lhes respondeu: Estão no meu quarto, tudo em um cofre atrás de um quadro da santa ceia, primeira porta a esquerda depois da escada.

Os bandidos subiram correndo, encontrando a porta do quarto chutou-a que abriu de imediato, logo que entraram no quarto viram o quadro na parede. Pegaram o quadro jogou no chão e foram direto ao cofre.

Mas ao tentar abrir o cofre não conseguiram, o cofre tinha senha, eles não sabiam. Então em fúria começaram a falar mal, filho da puta, desgraçado não nos deu a senha. Disse um dos bandidos vá lá e pegue a senha com ele… Rápido. O outro replicou: cara vamos pegar o que tem aqui e vamos cair fora, depois de tanto barulho que fizemos pode estar vindo alguém ou até mesmo a policia, vamos embora agora.

Eles reviraram tudo e o que acharam levaram. Ao descer na sala onde estava o casal caído no chão um olhou para o outro e disse.

Melhor não deixar pistas. O outro que parecia ter mais um pouco de humanismo em si disse: Cara não precisa disso vamos cair fora agora!

O Sr Willians percebeu que tudo iria acabar naquele momento. Ele por seus longos anos advogando, conhecia a frieza no olhar de um bandido.

Foi neste momento que ele se aproximou seu rosto mais perto da esposa deu-lhe um beijo e disse: Adeus meu amor, tudo acaba aqui, que deus cuide do nosso pequeno Junior!… Sem entender nada a mulher deu um grito: NÃOOOOOOOOOOOOOOOOO…..

Neste momento ouviram-se vários disparos os bandidos saíram correndo. E um forte silêncio tomou conta daquele lugar.

Apenas ouvia-se um pequeno choro que vinha de um lavabo próximo a sala. O PEQUENO JUNIOR SOBREVIVEU!…

POR: VANDERLÚCIO LOPES DA SILVA.

PERSONAGENS FICTÍCIOS, QUALQUER SEMELHANÇA É MERA COINCIDÊNCIA.

Anúncios

Sobre vanderlucio42

Ola meus caros amigos leitores bem vindos a minha nova interface deste blog; Agora de cara nova, com novas histórias, novos conteúdos começando uma nova trajetória. juntos com vocês mais uma vez.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s